segunda-feira, 30 de agosto de 2010

(Ex)cesso

Ao longo da vida, percebi que é quase unanimidade entre as pessoas (principalmente entre os cuecas) que falar muito do (da) ex é uma grande chatice. Ninguém gosta de ouvir sobre isso. Principalmente quando se trata de pretê. Não há relacionamento novo que resista a uma enxurrada de “meu ex pra lá, meu ex pra cá”.



Confesso que já fiz muito isso. Por inexperiência ou porque eu era uma mala mesmo, me pegava falando do último ex direto, até que me toquei que isso só afastava os futuros pretês de mim. É uma coisa muito necessária pra quem levou um pé na bunda falar no ex: a pessoa desabafa sobre o seu problema, xinga o causador de seu mal, e ainda acha que tá valorizando o atual se fizer isso.



Não caiam nessa cilada. Homens simplesmente detestam mulheres que falam sobre o seu ex. Quando você começa a exagerar nas histórias do passado, o alerta vermelho de CORRA automaticamente apita neles.



E agora eu os compreendo completamente. Porque, mesmo não sendo exagerada, eu já percebi que a reclamação era irritante.



Mas, pior do que isso, vivi o outro lado da moeda, ouvindo um pretê falar incessantemente na sua ex. Ok, ele contou a história, como terminou o namoro, até aí entendi e ouvi atentamente.



Mas depois pra cada assunto banal a ex sempre era parâmetro de comparação e citada como exemplo.



“Minha ex gostava de suco de laranja”, “Olha, uma Biz vermelha passando, minha ex tinha uma dessas”, “Você fala essa palavra do mesmo jeito que minha ex falava”, “Você tem mais peitos que minha ex” (sim, fui obrigada a ouvir essa), enfim... um saco!



Claro que ralhei. Falei que já tava mais do que na hora de parar de falar na sujeita. A impressão que dava é que eu era só um trampolim pra ele poder voltar em definitivo pra ex. O sujeito pediu desculpas, e depois passou a dizer assim: “Não querendo falar da minha ex, mas ela odiou esse filme”.



Sim, claro que eu dei um pé na bunda dele. Quem sabe ele tá falando de mim agora pra coitada da vez?



Enfim, ex tem esse nome porque já não existe mais. De ex-namorado a ex-BBB, são todos parte do passado e merecem cair no mais absoluto esquecimento. Porque ex bom, é ex morto!



Angel

3 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Show!
Adorei...
Abraço

Shisuii disse...

Olha, se ele falou “Você tem mais peitos que minha ex” no momento "eu naquela hora"... Merecia morrer!

Isso devia ser crime.

Ex só somam aprendizados pela vivências, acho que esse cara deve ter sido corneado e não aceitou o fato [bate-estacas mode on]....

=*

Shisuii

Anônimo disse...

Nossa! Vc me fez ver o tanto que eu erro, falo pra caramba do meu ex. Deve ser por isso que não consigo um namoro legal.