quinta-feira, 18 de março de 2010

A MULHER "________"


Já faz um tempinho que eu venho passando por uma fase (QUE FASE!), na qual me tornei simplesmente... invisível. Não emagreci a ponto de sumir, antes fosse isso. A verdade é que faz um bom tempo que eu me arrumo, me perfumo, gasto o que eu tenho e o que eu não tenho, me emperequeto toda e nenhum ser do gênero masculino sequer olha para mim.
Conversando entre amigas, percebi que a “síndrome da mulher invisível” é muito mais comum do que parece, e pode atacar qualquer calcinha, por menos invisível que ela pareça ser.
Simplesmente não adianta se embonecar toda e cair na noite. Você passará completamente despercebida pelos cuecas aos seu redor. Praticamente uma rotatória, onde todos fazem a volta para irem ao destino final: suas amigas que estão com você, essas sim, descaradamente assediadas por eles. E você voltará pra casa sozinha, devido à sua mais absoluta invisibilidade.
Confesso que nunca fui do tipo caçadora. Se eu tentar um olhar fatal acho que acabo ficando zarolha e o efeito sexy desejado vai ser justamente o contrário. Mas sempre tive meus cuequinhas por perto, para o dia-a-dia ou para as ocasiões especiais. Porém, nessa fase ghost posso me montar como uma drag queen que passarei incólume pela macharada, nenhuma viradinha de pescoço sequer eu vou atrair.
Já sei também que a invisibilidade é só uma fase (longa fase, hein?), mas dá uma tristeza... ainda mais considerando que eu, mesmo não sendo nenhuma Angelina Jolie, sempre tive uns olharezinhos masculinos voltados para mim. Saudade dos tempos em que eu podia ir pra um bar no domingo à tarde de cabelo molhado e blusinha velha que, invariavelmente, voltava de lá com pelo menos um pedido de telefone.
Agora, meu bem, tá difícil. Acredito que se os homens ainda usassem chapéu, como antigamente, certamente colocariam o chapéu na minha cabeça, acreditando que eu fosse um cabide parado no meio da balada.

Só não posso cair no desespero. Um dia a minha invisibilidade acabará. Porque, se não acabar, vou ter que seguir o conselho do irmão (maledeto) de Balzaks e “começar a cantar ajudante de pedreiro”.
Angels

Um comentário:

Shisuii disse...

Dá nada não... daqui uns dias a coisa começa a fixar engraçada...

Shisuii