sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Porque eu odeio o Natal

Sim, Eu ODEIO Natal. Com todas as minhas forças. Nada contra o aniversariante, muito pelo contrário, sou fã de JC, mas acho que dar um “parabéns” pra ele seria muito mais legal do que gastar o que a gente não tem, comer o que a gente não pode e fazer outras bizarrices típicas dessa época do ano, que nada têm a ver com a lições que Jesus deixou aos homens. Pois bem, vamos lá.
Por que eu ODEIO o Natal?

1 – Porque é triste, é melancólico, sempre tem algum morto na família a ser lembrado (“ah, se ele estivesse entre a gente”), as pessoas automaticamente ficam mais “sensíveis” e lembram que existe gente pobre no mundo, o que acarreta nos:

2 – Pedidos de doações de toda espécie – isso é chato pra burro. Já não basta a gastação de dinheiro típica do Natal, entidades que surgem só no mês de dezembro começam a pedir donativos pra alguma creche, asilo, orfanato, etc, e sempre tem alguém querendo que você “faça uma criança pobre feliz”. Sem contar as caixinhas do lixeiro, do porteiro, da manicure etc. Sinceramente, se eu fosse atender a todos os pedidos de doações de Natal que me fazem eu ficaria falida, porque além deles, eu tenho que arcar com:

3 – Os presentes de Natal – dei um pouco de sorte nesse quesito porque minha família é pequena (e se depender de mim não será aumentada por um bom tempo). Custa caro, porque as lojas se aproveitam do nosso desespero consumista e inflacionam tudo, fazendo-nos passar pela:

4 – Correria para fazer as compras de Natal – Não sei por que isso virou uma tradição, era pra serem compras comuns, mas as compras de Natal são sempre tensas, com as lojas entupidas de gente, as ruas intransitáveis e todo mundo desesperado para comprar aquilo que aparece na:

5 – Programação natalina – que de comerciais a programas de final de ano, são uma chateação sem fim. Papais Noéis disputando pra ver qual loja dá o maior desconto, especiais da Globo no estilo “Didi viajante do tempo” ou coisa parecida, sempre com a Simone cantando “Então é Natal” ao fundo. Aliás, esse CD sempre é trazido por uma tia velha para ser tocado na ceia de Natal, quando você é obrigado a comer as...

6 – Comidas de Natal – sejamos francos: Peru nada mais é do que um frango grande, nozes e outras frutas secas não têm gosto de nada, rabanadas são fatias de pão velho com açúcar e panetonne não passa de um pão doce recheado de frutas sem graça, mas que custa o preço de um doce delicioso. Aliás, comida de Natal é cara, ruim e faz mal, até porque ninguém sabe comer que nem gente no Natal, tem que se empanturrar.

Enfim, acho Natal chato, cafona, piegas e não consigo entender decorações nevadas tampouco atores (?) vestidos com barba falsa e roupa de lã vermelha, nesse clima amazônico dos dezembros brasileiros.
Mas, mesmo achando tudo isso um saco maior que o do Papai Noel, desejo a todos os leitores do blog um FELIZ NATAL... na medida do possível.


Angel

6 comentários:

Milton Luiz disse...

Eu comprei uma sandália e uma caminhonete pra uma criança que adotei no Natal.

Não se esqueça que vc vai encher a cara, sair pra beber com um monte de gente, rever amigos, familiares...

Amoleça seu coração! Vc não é tão revoltada qto tenta mostrar! Ho Ho Ho

Shisuii disse...

Natal pra mim é só uma época que todas as cagadas do ano pesam nas minhas costas...

Se fosse pra comemorar o aniversário de Cristo, era melhor cumproimentá-lo pessoalmente mesmo!

=D

Shisuii

Felippe Aníbal disse...

Apesar de eu ser um imbecil de um sentimentalista, concordo em gênero, número e grau!

clever disse...

só um detalhe JC não nasceu em 25 de dezembro, essa data foi adaptada para que a comemoração dos romanos do nascimento do sol fosse comemorada junto, pois muitos romanos se tornarma cristãos por conveniencia, mas não queriam perder suas tradiçoes, em 25 de dezembro é uma epoca hostil na palestina, e os pastores não deixam suas ovelhas no campo, jesus nasceu entre junho e julho, e outra coisa, jesus nunca mandou observar seu nascimento mas sim sim morte, ou seja o natal é uma ofensa ao proprio cristo, assim como o domingo a Deus que santificou o sabado

VERSATIL disse...

concordo!! acho natal um desrespeito a Deus!!!

Esse pessoal deveria lembrar que isto aqui é homenagem a Jesus, não a Thomas Edison: para que tantas luzinhas?
mundo capitalista e egoista.

Leandro disse...

Como tudo e todas...
compro caneco especial só pra tomar tudo que vier, exceto refrigerantes

E na verdade, nunca me passou na cabeça perguntar o que comemoramos
importante é comemorar
sem saber o que