quinta-feira, 20 de maio de 2010

A CANTADA PERFEITA


Cantadas são uma instituição masculina. Os homens adoram dar cantadas, isso é mais forte que eles. Mas, muitas vezes, as cantadas desagradam, soam meio “pedreiro”, e acabam tendo efeito contrário para o público-alvo.
Mas afinal, do que é feita uma cantada perfeita?
Na verdade, se eu falar uma frase ou algumas, ficaria muito restrito. O que vale é o conjunto de cantadas, olhares, gestos, enfim, toda a atenção voltada à calcinha, que se resume à palavra que nós, paulistas chamamos de xaveco. Eu prefiro chamar de flerte, que apesar de antigo é bem mais educado e tem um certo charme vintage.
Semânticas e fru-frus à parte, afinal esse post é destinado aos cuecas, o que eu quero dizer é que, logicamente, na hora de cantar uma mulher, você não precisa seguir uma cartilha de frases feitas, nem tentar ser quem não é. Muito pelo contrário, quanto mais espontâneo você for, mais certeiro vai ser o tiro.
Mas então, o que fazer para se aplicar uma ótima cantada?
Primeiramente, seja direto, mas não seja grosso. Nada mais pirralhesco do que ouvir um “oi, tudo bom?” seguido de um “vamu beijá?” (sic). Desnecessário mencionar que o estilo caminhoneiro/pedreiro não faz e nunca fará sucesso. Expressões como “ow lá em casa”, “nora que mamãe pediu a Deus” e afins só servem pra fazer piada, ok?
Entabulado o primeiro “oi” entre você e a garota, converse, dialogue... Silêncios constrangedores têm esse nome porque de fato o são. Assunto? Sei lá, cada um tem um estilo e gosta de alguma coisa, o importante é que o assunto seja interessante a ambos. Falar de Star Wars durante uma hora e meia brocha até atriz de filme pornô.
UM assunto só, por mais interessante, também não pode, varie, gesticule, principalmente, ESCUTE. Mulher adora falar, e sempre fala demais, deixe ela falar. Mas não deixe virar um monólogo da vagina. Pontue com comentários pertinentes e certeiros. Tenha o timming correto para interrompê-la sem parecer deseducado e pontue assuntos banais com elogios pessoais. Sim, elogie. Mas não faça uso excessivo dessa ferramenta, senão fica grudento e soa falso. Um dia fiquei com um cara que dizia minuto a minuto “como é lindo seu rosto”, tantas e repetidas vezes que era um saco. Dê atenção, mas não seja grude. Jamais fale com a moça como se ela fosse uma criança (deixe pra fazer isso quando estiver namorando e ficar ridículo for normal).
Mantenha a aura de mistério. Se homem adora cu doce de mulher, mulher também adora um “será que ele quer mesmo?”. Um quê de mistério com a dose certa de atenção, nada de ficar esperando do lado de fora do banheiro, se estiver com ela em uma festa, por exemplo, dê uma sumida estratégica, porém, que não deixe a moça com cara de “tô esperando meu aspirante a ficante, que ele volte logo ou encaro outro”.
Use do senso de humor. Mulheres adoram homens que as fazem sorrir. Porém, jamais seja Bozo. Amigo Bozo já é chato, pretê Bozo é demais!
Se for o caso de cantar on line, via msn, testemonial, SMS ou coisa que o valha (vai saber o que esse povo da internê ainda vai criar), muita, mas redobrada atenção no português. Se não souber uma palavra, não a use, ou melhor, procure um dicionário antes de escrever um “vc eh muito sençual”. Nada de miguxês, internetês ou qualquer retardadês. Abreviações, no máximo um “vc” e um “tb”, mais que isso fica parecendo emo. Mas também não é porque você está usando a língua de Camões que tem que escrever que nem ele. Eu tinha um estagiário que mandava emails pras meninas com frases tipo “Amor é fogo que arde sem se ver”. Além de ser plágio, tem pelo menos uns 500 anos de desuso. Seja culto, não seja chato.
Tirando isso, mantenha um layout apresentável, tenha uma certa cultura geral, pratique bons hábitos de higiene, tenha um mínimo de condições financeiras pra não levar a moça num podrão no primeiro encontro, enfim... Acho que é isso... Só isso.

Angels

5 comentários:

lee.rain o pet disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
@edenfall disse...

Descobri que sou o Bozo. :)

xexedir disse...

Pra começar, senti que o uso do termo "podrão" tem algo a ver com nosso passado comum...bem, um podrão, às vezes, tem seu efeito positivo...rs.
Ah, essas coisas do amor, paixão, tesão são difíceis demais para escrever um manual...talvez seu post seja mais para o que vc espera do seu pretendente, não necessariamente o que outras mulheres menos chiques que vc podem querer. É tudo uma questão de padrão! bjos

miltinhoguerra disse...

Vamos brincar de trocar chocolate? Eu te dou SENSAÇÃO e vc me dá SEM PARAR!


Fica com Deus! Prazer, Deus!


Tenho mais algumas, mas só vou te dizer pessoalmente, gata!

Anônimo disse...

se essas do último comentário forem cantadas perfeitas eu me mato.